Processo, natureza, observação e paz

Trago uma pergunta: do que a Consciência precisa para existir? Mas já antecipo: Ela não existe, Ela é. Quando diz “a minha Consciência”, você está exercitando a completa cegueira da sua mente. Porque a Consciência não é a sua, é a Consciência. E, então, nasce uma nova pergunta, detonada pela primeira: para que a ConsciênciaContinuar lendo “Processo, natureza, observação e paz”

A blusa da cebola esconde nada

Já descascou uma cebola? A cebola tem camadas sobre camadas. Mas se você busca o caroço da cebola, não encontra. São apenas camadas e camadas. Camadas mais duras, externas; camadas muito tenras, internas. E no centro de todas as camadas não tem nada. Essa é uma metáfora bastante representativa para elaborar o que significa, verdadeiramente,Continuar lendo “A blusa da cebola esconde nada”

O imenso desconforto e a paz inerente

“A Verdade, o encontro consigo mesmo, não irá, de nenhuma maneira, propor que você melhore qualquer coisa no espaço ou atinja qualquer meta no tempo.”