Sem máscara, fora dos trilhos, a vida

Se permanecêssemos como nascemos, nossa!, seria muito lindo. Mas olha no que a maioria se torna ao crescer. A verdade é que você não deveria precisar de maquiagem. Por que você usa maquiagem? Para esconder a feiura nos dias de festa, não é mesmo? – “Um pouco de rímel aqui, um corretivo ali… e assimContinuar lendo “Sem máscara, fora dos trilhos, a vida”

Você é ruído, silêncio!

Vivemos sob a ditadura daquilo que aprendemos, que não passa de algo que, um dia, um disse para o outro, que disse para o outro, que disse para o outro… E, dessa maneira, perdemos a capacidade de autoconhecimento – você não pode se conhecer porque não tem autoridade para isso, precisa que alguém valide oContinuar lendo “Você é ruído, silêncio!”

Wild Wild Leela – Daniel Lisboa entrevista Satyaprem para UOL

Daniel Lisboa entrevista Satyaprem para UOL Sítio Leela, 3 de junho de 2018 DANIEL LISBOA – Quando estava vindo para cá, passei por uma área em que pegava sinal de internet 3G e já começaram a pipocar todas as mensagens de WhatsApp. Uma delas perguntava: “E aí, como é que foi naquela seita secreta noContinuar lendo “Wild Wild Leela – Daniel Lisboa entrevista Satyaprem para UOL”

A incerteza da mente e a sabedoria

A sua mente está cheia de histórias, de conhecimentos, de conceitos, que não servem para nada. Sendo assim, é até indecente que você venha a satsang para absorver algo. Todo o papel desse encontro implica em remover o conteúdo da mente, não estamos aqui para adquirir conhecimento. É a mente que vem adquirir conhecimento, masContinuar lendo “A incerteza da mente e a sabedoria”

Modo-avião: quietude desperta

O encontro com a Verdade é um chamado que advém de uma sede. Você pode ter ou não o anseio em “des(en)cobrir” o mistério que habita o centro de tudo. A maioria da humanidade não tem essa inquietação. Ou, ainda que possa tê-la, atende ao movimento que a põe a dormir. Isso porque, ir aoContinuar lendo “Modo-avião: quietude desperta”

A inquietação, o descarte e você

O nosso encontro surge de uma inquietação dos seres humanos. Refiro-me assim, de uma maneira geral aos seres humanos, porque não sei se essa é uma inquietação particularmente sua; é possível que não seja. De qualquer forma, estou aqui para trazer à tona essa inquietação. Meu papel é provocar você, até que seja inevitável oContinuar lendo “A inquietação, o descarte e você”

O segredo aberto

Participante – Você falou algo sobre dizermos “sim” para tudo, mas noto que o não também tem uma coisa instintiva de proteção, de resguardo… Claro, isso é correto. Mas quem você está protegendo? Participante – Acontece de às vezes cairmos em situações em que… Quem cai nessas situações? Participante – Eu. “Eu” quem? Quem éContinuar lendo “O segredo aberto”

O poder do agora

De certa forma todos estão interessados em meditação como um remédio, mas trago a seguinte notícia: quando quer que seja que a sua própria atenção esteja focada no agora, isso é meditação. Quando quer que seja que a sua atenção esteja focada no tempo, você está pensando. Então, chamo a sua atenção para o agora,Continuar lendo “O poder do agora”