Nem isso, nem aquilo

Para saber quem você é, é possível ler a seu respeito em algum livro? Na verdade, não. Há muitos livros que falam de “você”, mas não passam de apontamentos. E não falam de você exatamente, pois do que você realmente é, é impossível falar. Nesse sentido, até o conhecimento fundamental é intermediário e não serveContinuar lendo “Nem isso, nem aquilo”

O labirinto da mente e seus espelhos

Ver para fora é o espetáculo esperado de você para manter a insanidade de pé. Ver para dentro é o oposto de ver o outro – apesar de que, ulteriormente, quando você vê a si mesmo, vê que você também é o outro. Mas para um começo de conversa, ver a si mesmo tem somenteContinuar lendo “O labirinto da mente e seus espelhos”