Dentro do infinito, silêncio

Quando você conecta com o agora – alguns de vocês já notaram –, a mente perde substância. No agora não há mente. Seria como dizer que você perde as características, pelo menos temporariamente. Mas há algo que fica. As características se vão, e você fica. Isso que fica é o que deve receber toda aContinuar lendo “Dentro do infinito, silêncio”

A história da mentira e o passageiro no agora

Tudo o que a mente diz que você é só existe na mente. Equivocadamente, é a mente que regula as relações; é ela que dita o que os objetos são e, desse modo, tudo acontece de acordo com a sua perspectiva. Isso é olhar para fora. Se olha para dentro, vê que todas as relaçõesContinuar lendo “A história da mentira e o passageiro no agora”

Modo-avião: quietude desperta

O encontro com a Verdade é um chamado que advém de uma sede. Você pode ter ou não o anseio em “des(en)cobrir” o mistério que habita o centro de tudo. A maioria da humanidade não tem essa inquietação. Ou, ainda que possa tê-la, atende ao movimento que a põe a dormir. Isso porque, ir aoContinuar lendo “Modo-avião: quietude desperta”

O poder do agora

De certa forma todos estão interessados em meditação como um remédio, mas trago a seguinte notícia: quando quer que seja que a sua própria atenção esteja focada no agora, isso é meditação. Quando quer que seja que a sua atenção esteja focada no tempo, você está pensando. Então, chamo a sua atenção para o agora,Continuar lendo “O poder do agora”

A chance do ‘sim’ nos invisíveis da atenção

Alguns de vocês já me ouviram falar do filme “Muito além do jardim”, se trata de uma grande obra do Peter Sellers. O título original é “Being There” e o personagem principal, Mr. Chance, desempenhado pelo próprio Sellers, é pura atenção e relaxamento. Ele se move a partir do momento presente, sempre. Nunca está preocupado com oContinuar lendo “A chance do ‘sim’ nos invisíveis da atenção”

O indefinível isso

Talvez na sua solitude caseira você não consiga acessar diretamente a observação inerente, e romper esse elo que existe entre quem você pensa ser e os acontecimentos à sua volta. Por isso é fundamental aceder à autoinvestigação: Quem é você? Se quer encontrar a si mesmo, você tem que parar de se identificar com aquilo queContinuar lendo “O indefinível isso”